segunda-feira, 21 de janeiro de 2008

A TABULETA

Durante a nossa passagem pela vida, há sempre um momento em que sentimos a necessidade de escolher um caminho.
Essa necessidade só é compreendida depois de passarmos por situações mais ou menos difíceis, que nos fazem meditar sobre a nossa existência.
Nessa altura surge à nossa frente uma “Tabuleta” que aponta a direcção que nos leva ao Mestre, à Verdade.
Mas essa indicação não basta, não nos podemos encostar à “Tabuleta” e esperar, ela só nos indica a direcção, não é o objectivo, é sim, só o início da caminhada.
Cabe depois escolhermos o caminho que devemos seguir, pois ele é diferente para cada um de nós. Percorrê-lo não é fácil, haverá alturas que apetece desistir, haverá alturas em que nos deparamos com barreiras a cortar a passagem, temos que ultrapassá-las ou voltar a trás e escolher outro trilho, e repetir estas situações até que a última porta se abra.
Neste nosso percurso de Fé e Verdade, muitas vezes temos que dar dois passos a traz para podermos avançar um com firmeza, vão-se fechar algumas portas, mas outras se abrirão, mesmo quando estivermos mais elevados, vamos ter que descer alguns degraus para depois com a aprendizagem voltarmos a subir.
Mas, é preciso acreditar que o Mestre está à nossa espera, ajuda-nos na caminhada e quer a nossa presença, por isso num certo momento da nossa vida Ele deixa-nos a “Tabuleta” que nos indica a direcção e o início, depois o caminho a percorrer é escolhido por cada um de nós.
Quando um dia atingirmos o fim do caminho, podemos então ver as opções que tomámos e as escolhas que fizemos e dizer: Foi difícil mas valeu a pena…
Eu já iniciei a minha caminhada, não sei quando chego, mas vou continuar.
Mesmo que sigas por outros caminhos, se a tua direcção é a mesma, talvez nos encontremos neste percurso, se não, vemo-nos Lá.
Está atento à “Tabuleta”

Caminhante

5 comentários:

A Tua Amiga Elisabete disse...

Olá Caminhante!

Realmente maravilhoso o teu blog!
Há o chamamento, uma energia que nos guia e leva a despertar a reconhecer quem nós somos e quando acontece, a nossa vida muda, é o renascimento, passamos a ter uma visão diferente sobre a vida e daí começamos a trilhar um novo caminho, entramos num mundo novo, uma aventura infinita e abençoada!

Uma boa continuação,
Um grande abraço,
Elisabete

Caminhante disse...

Obrigado amiga

As tuas palavras são um alento para quem as recebe.
Um abraço
Caminhante

Durga disse...

Ola Caminhante,

Realmente a palavra e um grande meio de comunicação seja ela virtual ou pessoal, e foi a minha amiga Elisete que me trouxe até aqui...e estou adorar e realmente muito bom seu blog.
Parabéns e que a Nossa Caminhada Juntos seja uma SÒ. Uma Boa semana.
Muita Paz Luz e Amor
Ana

Caminhante disse...

Obrigado Ana
Obrigado pelo seu comentário e digo-lhe, a Nossa Caminhada Juntos é concerteza uma Só.

Bem haja e um abraço

Caminhante

Salete Lemos disse...

Olá Caminhante
Que bom! Temos algo em comum: o sígno. Eu nasci em 15/09 de vc?
Quanto aos deuses africanos...É assim que os adeptos daquela religião os vêem. E por isso eu os respeito.
Obrigada pela visita. É um prazer ler teus comentários.
Abraços.