sábado, 15 de dezembro de 2007

MÃE SAUDADE

Lembrei-me hoje muito de ti,
Desejei que estivesses a meu lado
E no meio das saudades eu senti,
Que no Céu por alguém eu sou amado.

Disseste-me depois da partida
Que sabias o quanto eu te amava,
Tanta falta me fazes Mãe querida
Só Deus sabe como te adorava.

No sítio onde estiveres já sentiste
As saudades que vão dentro de mim,
O que sofro desde que partiste,
E a vontade de estar junto de ti.

Dava tudo, até anos de vida,
Dava tudo o que Ele me pedisse
Para ter os teus carinhos Mãe querida
Para estar junto de ti, onde te visse.

Caminhante Agosto/1987 (Hoje o mesmo sentimento)

3 comentários:

Salete Lemos disse...

Olá Caminhante
Esta época natalina, é muito difícil para quem não possui pais.
Ao ler o teu post, identifiquei-me totalmente com o teu sentimento e compreendí essa saudade que sentes.
Ontem eu coloquei uma foto da minha mãe no orkut. Escolhí uma foto em que ela estava sorridente.
Talvez eu tenha feito isso para me sentir bem.
Coincidências...
Abraços.

Caminhante disse...

Obrigado Salete.
Desejo-lhe Um Feliz Natal na companhia dos que lhe são queridos, mesmo os que partiram e estão sempre presentes.

Um abraço
Caminhante

Ana, a Estrelinha disse...

olá
fiz um link do teu blog no meu blog de seres misticos, se quiseres passar e ver:http://seres-misticos.blogspot.com/

bj